Patrícia Castellani

Destilo meus versos pelas ruas, cantando em prosa o que me diz o amor. Deixando aos poucos o dia… Para que a lua me faça acompanhar.

Vidas Vazias, Amores Descartáveis

Deixe um comentário

Uma das minhas paixões é a música. Ouço música em casa, no carro, trabalhando, antes dormir.

Recentemente, recebi de um amigo uma mensagem onde ele indicava uma canção. Gostei! Gostei muito! Mas, fiquei bastante reflexiva enquanto ouvia aquelas palavras distribuídas numa melodia elaborada. Havia naquela canção algo que há muito tempo vem se perdendo. Transparecia uma preocupação com as metáforas que falavam de amor, como quem cuidadosamente arruma a casa para receber um amigo querido. Ai que saudades do nosso romantismo!

A nossa música passa por um momento estranho – se é que se pode chamar assim. A maioria fala de vidas vazias, amores descartáveis e mal sucedidos ou, na melhor das hipóteses, baladas e “pegação”.

O que aconteceu com Vinícius, Tom, Chico, Lupicínio, e tantos outros que nem daria para citar? Graças a Deus ainda temos alguns fiéis representantes da arte que se põem a caminho e nos resgatam a tempo. Mas, no geral, ninguém mais se lembra da “luz difusa do abajour lilás”, de “querer ficar no seu corpo feito tatuagem” ou dos “meus olhos molhados, insanos dezembros”. Havia sim os amores sofridos, as ausências sentidas, “a beleza que não é só minha”. Mas, com muita gentileza, encanto pelo ser amado. Parece que até a dor era mais bela. Doía menos. Ou pelo menos se dizia ainda esperançosa pelo amor.

Ontem, 25 de janeiro, foi aniversário de Antonio Carlos Jobim, uma de nossas maiores estrelas na constelação dos sons. Faria 87 anos. E eu fico aqui pensando… O que será que ele diria da nossa música hoje?

Para lembrar dos bons tempos com um dos excelentes modernos: Jorge Vercilo canta Beatriz, de Chico Buarque e Edu Lobo.

Anúncios

Autor: patriciacastellani

Destilo meus versos pelas ruas, cantando em prosa o que me diz o amor. Deixando aos poucos o dia… Para que a lua me faça acompanhar.

Quero saber sua opinião. Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s